O sonho de muitas mulheres e adolescentes é ter seios maiores seja para se sentir com mais auto estima seja para ser mais sensual. Com isso, elas querem colocar próteses de mama o quanto antes, porém antes de definir o dia da cirurgia para aumentar os seios é necessário verificar quais os melhores tipos para o seu caso. Por isso, continue a ler o artigo para saber mais a respeito.

silicone-tipos-de-protese

Volume:

Antes de ir ao consultório é importante definir o volume, em ml, pois cerca de 90% das pacientes informam um volume incompatível com o seu biotipo. Logo, escolha o melhor para você baseado em seu corpo e não em sua amiga. Tudo bem?

Com isso dito, o volume é bem variável indo desde 70ml até 1000ml. Atualmente o volume mais procurado é o de cerca de 150 à 200 ml, faixa similar utilizada por Ivete Sangalo e Sabrina Sato. Porém, esses números só vêm crescendo e a média, hoje, é de 270ml.

Formato:

Existem três formatos disponíveis são eles: cônico, o redondo e o gota(natural).

Cada modelo influencia no resultado final, pois dependendo da pessoa um formato não oferece o resultado desejado e os seios se torna meio “estranhos”, isto é, desproporcionais ao corpo da pessoa. Por isso, é fundamental verificar com o cirurgião o melhor modelo para o seu caso.

Perfil:

Os perfis são a projeção(ou altura) da prótese a partir da sua base, o colo mamário.

São todas projetadas para frente, porém algumas são mais que outras dependendo do perfil. Os perfis disponíveis são: baixo, moderado, alto, super alto e anatômico.
As próteses com pouca projeção são as de perfil baixo com o menor resultado na altura e o moderado com um pouco mais de “silicone” na base. A maior projeção é o perfil alto com base um pouco maior se comparado ao super alto.